Conforto Térmico

Atualmente, sabemos que as pessoas gastam cerca de 90% do seu tempo dentro das edificações habitando, trabalhando e até mesmo aprendendo coisas novas. Nessas edificações, o ambiente térmico interno é um fator que, além de impactar no consumo energético, tem papel fundamental na forma como vivenciamos e absorvemos tais experiências. Ou seja, além da questão energética, podem ocorrem implicações em nossa produtividade, bem-estar físico e emocional, além da saúde. Dada a importância das condições térmicas de uma edificação, é necessário considerá-las ao projetar ou “retrofitar” edificações ocupadas pelos homens, tornando-as mais confortáveis e eficientes.

Assim, podemos afirmar que conforto térmico é a condição global de uma pessoa na qual ela não prefira sentir nem mais calor, e nem mais frio; ou seja, é um estado total de bem-estar físico e mental que expressa satisfação com o ambiente térmico ao seu redor. Esse estado pode estar associado à individualidade de cada pessoa, o que faz com que um ambiente ameno possa ser considerado confortável para alguns, e desconfortável para outros. Na prática, as diferentes visões de conforto térmico podem resultar em diferentes conjunções de tecnologia e comportamento. Fazem parte dos parâmetros que influenciam na condição térmica os ambientais (climáticos) e os individuais (subjetivos). Dentre as variáveis ambientais têm-se a temperatura do ar, a umidade relativa, a velocidade do ar e a temperatura radiante de um ambiente; já as individuais estão relacionadas à atividade metabólica, à vestimenta e às particularidades físicas de uma pessoa.

O LabEEE desenvolve pesquisas na área de conforto térmico desde 1999, ano em que foi defendida a primeira dissertação de mestrado acerca do tema. Desde então, foram publicados mais de 60 trabalhos científicos, entre eles artigos de periódicos nacionais e internacionais, congressos, teses, dissertações e relatórios técnicos. O foco desses trabalhos tem sido a coleta de dados por meio de estudos de campo em edificações comerciais, de ensino e residenciais.

   

Pesquisadores envolvidos nessa área:

 

Loading...

Publicações em periódicos relacionadas à linha de pesquisa

Ano Título Periódico Autores
Assessment of gender on requirements for thermal comfort in office buildings located in the Brazilian humid subtropical climate Energy and Buildings Maykot, J. K. ; Rupp, R. F.; Ghisi, E.
Influence of relative air humidity and movement on human thermal perception in classrooms in a hot and humid climate Building and Environment Buonocore, C.; De Vecchi, R.; Scalco, V.; Lamberts, R.
Development of the ASHRAE Global Thermal Comfort Database II. Building and Environment. Building and Environment Földváry, V.; Cheung, L.T.; Zhang, H.; de Dear, R.; Parkinson, T.; Arens, E.; Chun, C.; Schiavon, S.; Luo, M.; Brager, G.; Li, P.; Cândido, C.; Lamberts, R.; De Vecchi, R.; ... Zhou, X.
Avaliação de modelos preditivos de conforto térmico em escritórios no clima subtropical brasileiro Ambiente Construído Rupp, R. F.; Ghisi, E.
Predicting thermal comfort in office buildings in a Brazilian temperate and humid climate. Energy and Buildings Energy and Buildings Rupp, R. F.; Ghisi, E.

Teses relacionadas à linha de pesquisa

Dissertações relacionadas à linha de pesquisa