Conforto Térmico

Atualmente, sabemos que as pessoas gastam cerca de 90% do seu tempo dentro das edificações habitando, trabalhando e até mesmo aprendendo coisas novas. Nessas edificações, o ambiente térmico interno é um fator que, além de impactar no consumo energético, tem papel fundamental na forma como vivenciamos e absorvemos tais experiências. Ou seja, além da questão energética, podem ocorrem implicações em nossa produtividade, bem-estar físico e emocional, além da saúde. Dada a importância das condições térmicas de uma edificação, é necessário considerá-las ao projetar ou “retrofitar” edificações ocupadas pelos homens, tornando-as mais confortáveis e eficientes.

Assim, podemos afirmar que conforto térmico é a condição global de uma pessoa na qual ela não prefira sentir nem mais calor, e nem mais frio; ou seja, é um estado total de bem-estar físico e mental que expressa satisfação com o ambiente térmico ao seu redor. Esse estado pode estar associado à individualidade de cada pessoa, o que faz com que um ambiente ameno possa ser considerado confortável para alguns, e desconfortável para outros. Na prática, as diferentes visões de conforto térmico podem resultar em diferentes conjunções de tecnologia e comportamento. Fazem parte dos parâmetros que influenciam na condição térmica os ambientais (climáticos) e os individuais (subjetivos). Dentre as variáveis ambientais têm-se a temperatura do ar, a umidade relativa, a velocidade do ar e a temperatura radiante de um ambiente; já as individuais estão relacionadas à atividade metabólica, à vestimenta e às particularidades físicas de uma pessoa.

O LabEEE desenvolve pesquisas na área de conforto térmico desde 1999, ano em que foi defendida a primeira dissertação de mestrado acerca do tema. Desde então, foram publicados mais de 60 trabalhos científicos, entre eles artigos de periódicos nacionais e internacionais, congressos, teses, dissertações e relatórios técnicos. O foco desses trabalhos tem sido a coleta de dados por meio de estudos de campo em edificações comerciais, de ensino e residenciais.

   

Pesquisadores envolvidos nessa área:

 

Loading...

Publicações em periódicos relacionadas à linha de pesquisa

Ano Título Periódico Autores
User-centered environmental control: a review of current findings on personal conditioning systems and personal comfort models Energy and Buildings Maíra André, Renata De Vecchi e Roberto Lamberts
Evaluating assumptions of scales for subjective assessment of thermal environments – Do laypersons perceive them the way, we researchers believe? Energy and Buildings Marcel Schweiker, Maíra André, Carolina Buonocore, Greici Ramos, Roberto Lamberts, Renata De Vecchi […] Zahra Sadat Zomorodian
Thermal preference and comfort assessment in air-conditioned and naturally-ventilated university classrooms under hot and humid conditions in Brazil Energy and Buildings Carolina Buonocore, Renata De Vecchi, Veridiana Scalco, Roberto Lamberts
The Scales Project, a cross-national dataset on the interpretation of thermal perception scales Nature: Scientific Data Marcel Schweiker, Maíra André, Carolina Buonocore, Greici Ramos, Roberto Lamberts, Renata De Vecchi […] Zahra Sadat Zomorodian
Thermal sensitivity of occupants in different building typologies: the Griffiths Constant is a Variable Energy and Buildings Rupp, R. F.; Kim, J.; Ghisi, E.; de Dear, R.