Simulação Termo-energética de Edificações

Os programas para simulação termo-energética de edificações passaram a ser mais difundidos a partir da década de 70, após a crise do petróleo e proliferação dos microcomputadores pessoais. As novas ferramentas computacionais permitem aos engenheiros e arquitetos analisar fenômenos complexos, como a transferência de calor em edificações. Geralmente, problemas deste tipo envolvem cálculos matriciais e iterações que dificultam a resolução manual.

Building Energy Tools Directory, um site mantido pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos, lista mais de 290 programas de simulação do desempenho de edificações desenvolvidos no mundo inteiro.

Dentre os diversos programas de simulação energética de edificações existentes, o Laboratório de Eficiência Energética em Edificações (LabEEE) utilizou, na década de 90, o VisualDOE2.6, que é uma interface gráfica do DOE-2.1E para sistema operacional Windows.

A partir de 2001, o laboratório começou a utilizar, em caráter experimental, o programa EnergyPlus, desenvolvido a partir dos códigos do DOE-2.1E e BLAST. O EnergyPlus simula o consumo de energia da edificação a partir de informações climáticas horárias da região, descrição arquitetônica e construtiva do prédio, padrões de uso e ocupação, potência instalada em iluminação, equipamentos, características do sistema de condicionamento de ar e estrutura tarifária. Em 2003, o LabEEE iniciou o desenvolvimento de uma interface gráfica para o EnergyPlus, já que o programa adota entrada e saída de dados apenas no formato texto. A interface faz parte do programa E2, e foi batizada de E2-ArCondicionado (E2AC).

Dentre as inúmeras vantagens, recursos e aplicações de programas desse tipo, destacam-se:
- Simulação da evolução de variáveis ambientais no interior da edificação 
- Identificação de alternativas de melhoria na eficiência energética da edificação 
- Estimativa de redução de consumo e demanda de energia a partir da implementação de medidas de conservação 
- Rapidez, baixo custo e precisão dos resultados de simulações se comparado aos outros métodos disponíveis

Atualmente, a maioria dos trabalhos de pós-graduação desenvolvidos no LabEEE envolve a utilização de simulação computacional para a análise térmica e energética de edificações.

Maiores informações sobre simulação do desempenho de edificações podem ser obtidas no site da links também apresenta diversos sites relacionados ao tema.

X