Bioclimatologia

A Bioclimatologia aplica os estudos do clima (climatologia) às relações com os seres vivos. Com o conhecimento dos conceitos básicos de clima e conforto, percebe-se a importância da bioclimatologia aplicada à arquitetura. Pois através da edificação é possível tirar proveito ou evitar as condições climáticas, de forma a propiciar um ambiente interno confortável para os usuários.

A arquitetura bioclimática baseia-se na correta aplicação de elementos arquitetônicos e tecnologias construtivas para consumir-se menos energia, otimizando o conforto de seus ocupantes.

Uma destas estratégias arquitetônicas é o uso de inércia térmica, que normalmente é empregada em: clima desértico, clima pouco frio e em ambientes comerciais condicionados artificialmente.

Em clima desértico aproveita-se a diminuição da temperatura externa noturna para o resfriamento da massa térmica da edificação, e durante o dia, quando ocorre o aumento da temperatura externa, mantêm-se a edificação fechada, evitando-se o ganho de calor externo. Em clima pouco frio, os materiais construtivos armazenam o ganho de calor solar e o ganho de calor interno durante o dia, e evitam que a edificação perca com facilidade o calor para o exterior no período noturno. Em ambientes comerciais, aproveita-se o resfriamento noturno da envoltória para diminuir o consumo de energia de equipamentos de ar condicionado durante o dia.

Uma revisão bibliográfica sobre o tema Bioclimatologia aplicada pode ser encontrada num trabalho elaborado na disciplina de "Tópicos Avançados em Bioclimatologia Aplicada ao Projeto de Edificações Visando o Conforto Térmico", desenvolvido no programa de Pós Graduação em Engenharia Civil da UFSC em 1994.

X